Minha 1ª rotina de estudos. COMO PASSAR EM CONCURSO PÚBLICO?

2º GRANDE ERRO

Já ouvi dizer que passar em concurso público é como se fosse seguir um percurso que se tem que fazer de um lugar para outro, isto é, estudar para concurso é como se fosse, por exemplo, querer sair de Belo Horizonte/MG e ir até São Paulo/SP (a distância, se mais longe ou mais perto, depende do cargo que você quer chegar).

Dizem que se sempre caminhar um dia chegará lá.

Digo que isso não é totalmente a verdade, pois não é bem assim. Se for desse modo que pensa, também está errado. Sempre faço uma analogia do caminho a ser percorrido por um concurseiro até a aprovação como se ele estivesse em um rio, nadando contra a correnteza, tentando ir de um lugar para outro que é seu objetivo (Ex: sair de BH e ir até São Paulo), ou seja, quando você fica algum dia sem estudar, na verdade, você não ficou parado no tempo, mas sim, foi levado para trás (lembre-se! você está nadando contra a correnteza do rio e não andando em uma estrada).

POR QUÊ? Vejam, todo conhecimento adquirido diariamente “vai embora” com o tempo, em outras palavras, se é verdade que todo dia que estuda, aprendemos alguma coisa, também é verdade que nos esquecemos do que se estudou dias atrás.

Para explicar melhor, vamos fazer de conta que a correnteza do rio tem uma velocidade de 3 km por dia (esse será o conhecimento que esquece todos os dias), logo, você vai nadar todos os dias a uma velocidade de 04 km por dia, ou seja, se o rio te leva 3 km para trás todos os dias (conhecimento esquecido) e você nada 04 km (conhecimento adquirido), então, na verdade, sua velocidade diária será de 1 km, assim, se a distância de Belo Horizonte até São Paulo for de 500 km, você levará 500 dias para chegar ao destino (SUA APROVAÇÃO).

E o que acontece se eu não estudar todos os dias?

Lembrem-se do exemplo do rio. Ele te leva para trás 3 km por dia, ou seja, se você estudando diariamente talvez só consiga avançar 1 km por dia (sua velocidade menos a do rio, ou seja, 4-3=1).

Assim, a cada dia que você fica sem estudar o rio te leva 03 dias para trás e você passará mais 03 dias para recuperar e voltar para o nível que estava há alguns dias. Exemplificando, se você estudar segunda, terça, quarta e quinta você terá caminhado 4 km (saldo da semana), mas se você não estudou na sexta-feira (lembrem-se que o rio vai te levar para trás 03 dias), voltará ao estágio de aprendizado que estava na segunda-feira (perdendo o que estudou na quarta, quinta e sexta).

Resultado: uma pessoa que estudou os 05 dias, termina a semana com saldo de 5 km e você que ficou somente um dia sem estudar, com saldo de 1 km, pois ganhou 4 e perdeu 3.

Claro que a regra não é exatamente assim, mas é bem parecida com os exemplos que dei para ilustrar a aquisição do conhecimento. Essa é uma das razões de algumas pessoas estudarem anos e não conseguirem a aprovação e outras, mais focadas, alcançarem a aprovação em menor espaço de tempo.

Portanto, depois que superei esse 2º grande erro e passei a estudar todos os dias (de domingo a domingo), apenas controlando a quantidade de tempo em cada dia (Ex: domingo estudava logo cedo e quando os filhos acordavam às 9h, já tinha estudado minhas 4h, não prejudicando o dia de lazer), dei um grande passo para meu histórico de aprovações descrito ao final.

E QUAL É A DICA?

No início, para se acostumar, faça uma meta pequena (Ex.: 30min por dia). É como se fosse seu almoço ou jantar (tem que ser todo dia), pois nunca vi ninguém dizer que deixou de fazer as 03 refeições diárias porque não teve tempo, por mais corrido que tenha sido seu dia.

Da mesma forma será com o estudo, você fará isso todo dia (no mínimo 30 minutos), e se passar 2, 3 ou 6 horas, “será lucro” e não adiantamento da meta do dia seguinte (ninguém deixa de almoçar só porque, no dia anterior, comeu demais, lembrem-se disso).

 

Prof. Douglas Silva
CLIQUE para saber mais.

DOUGLAS JOSÉ DA SILVA

– Professor do EMAGIS

– Juiz de Direito do TJPE

– Ex-Juiz de Direito do TJCE

– Ex-Oficial de Justiça Federal

– Ex-Delegado de Polícia

– Ex-Servidor do Banco Central-BACEN

– Ex-Sargento do CBMPE

– Ex-Soldado do CBMPE

BAIXE SEU EBOOK

É GRÁTIS

Para aprender mais RECOMENDO (jurisprudência de 2017 a 2020:

JURISPRUDÊNCIA STF/STJ EM QUESTÕES COMENTADAS

2 comentários em “Minha 1ª rotina de estudos. COMO PASSAR EM CONCURSO PÚBLICO?

  1. ROBSON TORRES DA SILVA Responder

    Gostei da analogia com o rio.
    Conheci seu trabalho hoje e estou lendo seus textos.

Deixe uma pergunta que responderei em breve